0 Flares 0 Flares ×

Castelo Rá-Tim-Bum foi um dos programas de TV que tornou a minha infância mágica além das brincadeiras de: polícia e ladrão, esconde-esconde, jogar bola na rua, bolinha de gude, empinar pipa e tantas outras que ao escrever esse texto e me lembrar de cada uma delas me encho de orgulho e posso afirmar que tive uma infância deliciosa.

Não sei qual a sua idade e como foi a sua infância, mas eu tive a oportunidade de viver momentos marcantes da história com a chegada da tecnologia moderna, em especial a internet e vi quase todas as atividades de lazer das crianças se modificando e se resumindo a games eletrônicos e celulares. Como tudo na vida isso teve/tem seu lado positivo e negativo. Mas falaremos sobre isso em outra oportunidade, pois o que eu quero trazer para você hoje é uma lição que um dos programas infantis de maior sucesso dos ano 90 me proporcionou.

Hoje estou com 31 anos de idade e não assisto televisão, são raríssimos os momentos que eu sento no sofá para assistir TV (vale dizer que não fico sem minhas séries no Netflix hahaha), não foi uma decisão pensada do tipo: “A partir de hoje não assisto mais televisão!”, simplesmente comecei a ter outras prioridades e ocupar meu tempo com coisas muito mais úteis, mas durante os anos da minha infância em que eu devorava alguns programas, com toda certeza Castelo Rá-Tim-Bum foi um dos meus preferidos.

A criatividade reinava no programa que era recheado de quadros educativos, eu poderia fazer uma lista imensa extraindo dos 90 episódios vários insights que seriam muito úteis para qualquer fase da nossa vida.

O primeiro episódio do castelo Rá-Tim-Bum foi ao ar em maio de 1994 com o título: Tchau, não! Até amanhã! Na estreia a bruxa Morgana tem uma fala maravilhosa sobre o medo, ela diz o seguinte:

Adelaide: E do que mais você teve medo Morgana?
Morgana: Eu descobri Adelaide que eu tive medo como todo mundo tem, sabe? De tudo que eu não conhecia, de tudo que eu não sabia como funcionava, e ai eu descobri uma coisa.
Adelaide: É? O que?
Morgana: Que é normal sentir medo! Principalmente das coisas que você não conhece

Uau! Essa bruxa é sensacional! É normal sentir medo. Quantas vezes nós achamos que é errado sentir medo? Quero te dizer uma coisa: Ter medo não é errado. Errado é deixar o medo te paralisar. Quando eu e minha irmã éramos crianças nós usávamos a mesma tática quando estávamos na cama e sentíamos medo de algo. Se ela ou eu ouvisse algum barulho ou sentisse que algo não estava muito normal fingíamos que estávamos em um sono profundo, a danadinha da Jéssica (minha irmã) fingia até um profundo suspiro de aconchego pra mostrar (para o espírito ou sei lá eu medo do que ela tinha) que estava muito gostoso dormir e nada iria atrapalhar.

Ter medo não é errado. Errado é deixar o medo te paralisar.

Que coisa doida, nossa resposta para o medo era ficar paralisado, lembro-me de raras vezes que eu levantei com medo e enfrentei, fui ao banheiro ou cheguei até o interruptor para acender a luz, mas quando eu fazia isso, quando eu conseguia, o medo ia embora porque eu tinha certeza que era tudo coisa da minha cabeça.

Sabe aquele aumento que você quer? aquele emprego dos sonhos, a viagem, o cara ou a mulher que você quer conquistar ou o novo negócio que pretende iniciar? seja lá o que for que você queira na sua vida e ainda não alcançou, será que é o medo que está te paralisando e não deixa você agir?

Temos medo principalmente das coisas que não conhecemos, temos medo de fracassar, temos medo de ouvir um “não”, temos medo de ser rejeitado, medo de rirem da nossa cara. Mas tem uma coisa que eu aprendi na vida e carrego comigo o tempo todo e quero que você saiba disso pois irá te ajudar.

As vezes nós vamos enfrentar o medo, vamos criar coragem e não vamos deixar ele nos paralisar e ao agir você vai achar que o medo vai embora, mas torça muito para o medo não ir embora. Como é que é? Torcer para o medo não ir embora? Isso mesmo, acredite, o medo é algo bom, além de você poder usá-lo como combustível ele também nós traz uma margem de segurança, ele nos deixa atentos e cautelosos, mas o que precisamos aprender é a dominar o medo e não deixar ele nos dominar.

Quero que você faça algo essa semana, pegue um pedacinho de papel e escreva a seguinte frase:

Está com medo? Vai com medo mesmo!

E cole em lugares que poderá ver o tempo todo, se quiser fazer mais de um pode, cole no espelho do banheiro, coloque de plano de fundo no celular, no monitor do computador, no carro. Toda vez que você perceber que algum medo está te paralisando olhe para essa frase, respire fundo e comece a agir com medo mesmo!

A partir de hoje lembre-se sempre que é normal sentir medo e espero que você enfrente seus medos e faça coisas grandiosas para sua vida. Se você gostou desse conteúdo comenta logo aqui embaixo falando o que você achou e se tiver alguma história legal que aconteceu com você a respeito de medo compartilhe comigo.

Você é uma pessoa incrível! Obrigado por estar aqui. 💙

Aproveito para agradecer também todo elenco do Castelo Rá-Tim-Bum pelo projeto maravilhoso que marcou a vida de tantas pessoas.